Dois militares morrem afogados durante treinamento

Dois militares brasileiros morreram afogados no domingo durante treinamento do Curso de Operações na Selva, em Manaus. Segundo publicou na Segunda-feira o jornal A Crítica, os terceiros sargentos Alexsandro de Oliveira Sales, 27 anos, e Antônio Carlos Duarte Angelim, 29, se apresentaram no Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs) no dia 27 de junho e já haviam passado pela primeira fase do curso, considerado um dos mais difíceis em ambiente de selva. O incidente aconteceu às 4h25 durante uma instrução de natação e flutuação na piscina do Cigs. No momento, outros militares também participavam do treinamento. Eles usavam uniforme, botas pesadas e rifles de madeira. Segundo nota divulgada pelo Comando Militar da Amazônia, eles "foram prontamente socorridos, mas infelizmente não resistiram e vieram a falecer". Os dois foram retirados da piscina com vida e encaminhados ao Pronto Socorro 28 de Agosto mas não resistiram. Sales era de Fortaleza e servia em Boa Vista, Roraima. Angelin era carioca e trabalhava na 23ª Companhia de Comunicações de Selva, em Marabá, no Pará. Dentro de quarenta dias deve ficar pronto o Inquérito Policial Militar (IPM), que vai comprovar as circunstâncias reais das mortes. Um general do CMA, que acompanhou todos os procedimentos, garantiu que o curso continuará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.