Dois mortos e 11 feridos - rebelião de Papuda acabou

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal garante que a rebelião no Presídio de Segurança Máxima da Papuda está encerrada, apesar de alguns presos ainda estarem no telhado do presídio e ateando fogo em colchões.Dos três reféns mantidos desde o início da tarde, um já foi libertado.Dezessete presos devem ser transferidos para os Estados de origem, como era a reivindicação deles.A Secretaria de Segurança confirmou que houve duas mortes e que oito presos e três policiais ficaram feridos.

Agencia Estado,

18 de outubro de 2001 | 20h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.