Dois mortos em desabamento no RJ; prédio ainda traz risco

Um prédio desabou parcialmente no centro de Campos, no Norte Fluminense, matando pelo menos duas pessoas e ferindo outras duas. O edifício antigo, de dois andares, era tombado e estava sendo restaurado. As vítimas caminhavam pela Avenida Sete de Setembro no momento do desabamento, e foram soterradas. Os feridos, dois funcionários da obra, foram levadas por bombeiros para o Hospital Municipal Ferreira Machado. O estado de saúde deles ainda é delicado, segundo os médicos. De acordo com os bombeiros, ainda há risco de um novo desmoronamento.Não há informações sobre desaparecidos. Mais de 50 homens do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e voluntários trabalharam na remoção dos corpos. O trabalho foi feito com o auxílio de dois guindastes.O desabamento causou a interdição de várias ruas da região central de Campos e deixou parte do município sem energia elétrica. Logo após a notícia do acidente, nesta manhã, a governadora Rosinha Matheus, que estava em Campos para a inauguração de uma delegacia, determinou que o secretário estadual de Defesa Civil, Carlos Alberto Carvalho, fosse para a cidade para coordenar as buscas por vítimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.