Dois policiais são mortos no Rio em menos de 12 horas

Somente neste ano, 63 agentes de segurança morreram no Estado

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

27 Junho 2018 | 13h18

RIO - Dois policiais morreram e um ficou ferido em diferentes episódios ocorridos em menos de 12 horas no Rio de Janeiro. Já são 63 agentes de segurança mortos no estado somente este ano - entre policiais militares, civis e federais.

+++ Policial federal é morto durante tentativa de assalto na zona sul do RJ 

A última morte registrada, no fim da manhã desta quarta-feira,27, foi a do policial civil Eduardo Freire Pinto Guedes Filho, atingido por três tiros no Engenho de Dentro, na zona norte. Ele estava com a família quando foi abordado por um homem em uma moto no que seria uma tentativa de assalto. Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Salgado Filho, mas não resistiu.

Também na manhã desta quarta-feira, um outro policial civil foi baleado numa outra tentativa de assalto, desta vez no Andaraí, na zona norte. Marcus Aurélio Garcia Fonseca teria reagido ao assalto e levou seis tiros. Ele está sendo operado no Hospital do Andarai.

Na noite de terça-feira, 26, o policial federal aposentado Luis Carlos Dias foi morto a tiros durante mais uma tentativa de assalto no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste. Bandidos teriam tentado levar o celular do policial.

+++ Operação policial prende 5 pessoas e apreende 2 adolescentes no Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.