Dois prédios assaltados na mesma noite em São Paulo

Dois prédios foram invadidos e roubados por bandidos na zona leste de São Paulo. Em um, os ladrões assaltaram sete apartamentos e fizeram 20 moradores reféns. Ninguém foi preso. No outro, os bandidos chegaram sem ser notados, arrombaram a porta de quatro imóveis e fugiram sem chamar a atenção, levando pelo menos R$ 80 mil em jóias, R$ 10 mil em dinheiro e eletroeletrônicos. O primeiro prédio invadido foi na Rua Pinheiro Guimarães, Jardim Avelino. Nem o porteiro, nem o zelador perceberam a presença dos assaltantes. O condomínio tem 13 apartamentos, um por andar. Os bandidos só entraram nos imóveis das famílias que viajaram: quatro foram arrombados. Como o local não tem câmeras de circuito interno, não há pistas sobre como entraram e saíram sem ser notados. Os furtos só foram notados nesta manhã, quando o zelador Waldemar Barbosa Nery percebeu que a porta do apartamento do 1º andar estava arrombada. No Edifício Casa Blanca, na Rua São Nicásio, Parque da Mooca, pelo menos sete dos 12 apartamentos foram roubados. Oito homens entraram armados, enquanto sete ficaram do lado de fora, com radiocomunicadores. A quadrilha chegou em dois carros. Para entrar, alguns ladrões alcançaram o telhado da casa vizinha e, com ajuda de cordas, desceram pelo muro até o condomínio. No prédio, os bandidos dominaram o porteiro e o fizeram abrir a para o grupo. Todos os moradores que chegavam eram rendidos. Pelo menos 20 pessoas foram colocadas num quartinho no subsolo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.