Dois principais aeroportos do Rio são fechados para pousos

Chuva causou fechamento das pistas de aterrissagem; Santos Dumont registrou atrasos em 23% dos voos

Bruno Boghossian, da sucursal Rio,

22 de dezembro de 2010 | 22h11

Atualizado às 22h20

 

RIO- Os dois principais aeroportos do Rio precisaram ser fechados para pousos na noite desta quarta-feira, 22, devido à forte chuva que atingiu a cidade.

 

Veja também:

linkEm Cumbica, metade dos voos domésticos decola com atraso

linkGoverno monta plano de emergência e promete rigor para conter greve no setor aéreo

linkAeroviários fazem manifestação no Santos Dumont, no Rio

 

O Santos Dumont, no centro, interrompeu seus pousos e passou a operar com instrumentos para as decolagens às 20h10. Até 22h, as pistas não haviam sido reabertas para aterrissagens. O aeroporto registrou atrasos em 38 dos 164 voos previstos para hoje - o que representou 23,2% do total.

 

O Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), na zona norte, também precisou restringir suas operações de pouso a partir de 20h08, desviando voos para o Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte.

 

As pistas voltaram a funcionar normalmente para decolagens às 20h30, quando a intensidade da chuva diminuiu na cidade. Até 22h de hoje, 64 voos tiveram atrasos no aeroporto, o que representa 42,3% das 151 partidas e chegadas previstas.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportosSantos DumontRioGaleão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.