Dois são condenados por tráfico de mulheres no Ceará

A Justiça Federal condenou no Ceará dois integrantes de uma rede de tráfico que mandava mulheres cearenses para a Europa com fins de exploração sexual. O cearense Francisco de Assis Marques de Aguiar, de 62 anos, e o baiano Valdinei Ramos dos Santos, de 43, foram condenados a 30 anos e oito meses e a 15 anos de reclusão, respectivamente. Eles ainda podem recorrer.A polícia conseguiu provar que o esquema criminoso havia conseguido encaminhar pelo menos duas garotas para Santander, na Espanha. Mas o material obtido ainda na fase de investigação, iniciada em junho do ano passado, continha indícios de que o esquema era muito maior. Anotações encontradas na casa do cearense, no bairro Aldeota, listavam 503 nomes e telefones.A sentença é inédita no Ceará e a segunda do gênero no Brasil. Assis foi apontado em crimes de formação de quadrilha, favorecimento à prostituição com emprego de fraude e tráfico de mulheres. Valdinei foi acusado apenas por tráfico de mulheres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.