Dois são indiciados por acidente que feriu atores durante o musical 'Xanadu' no Rio

Segundo a Polícia Civil, laudo da perícia apontou que má instalação causou o rompimento dos cabos de aço

Ítalo Reis - estadao.com.br,

12 Março 2012 | 21h39

SÃO PAULO - Duas pessoas foram indiciadas nesta segunda-feira, 12, pelo acidente que provocou a queda dos atores Danielle Winits e Thiago Fragoso durante a apresentação do musical 'Xanadu', no Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, os acusados são da empresa Set Cavalheiro FX, contratada para instalar o equipamento responsável por manter os atores suspensos sobre a plateia.

Heitor Setembro Cavalheiro, dono da empresa, e Cora Cavalheiro Prazeres, que seria responsável por conferir o bom funcionamento do equipamento, foram indiciados por lesão corporal culposa, quando não há intenção. O inquérito da 14ª Delegacia de Polícia (Leblon) deverá ser encaminhado ao Ministério Público do Estado.

O laudo da perícia apontou que a má instalação causou o rompimento dos cabos de aço. Danielle e Thiago caíram de uma altura de cinco metros. Eles faziam um sobrevoo da plateia numa cena romântica de seus personagens, Kira e Sonny, quando os cabos de aço que os sustentavam se romperam. O ator quebrou cinco costela e está internado; a atriz sofreu um ferimento na boca. Três espectadores sofreram escoriações.

Mais conteúdo sobre:
Xanadumusicalacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.