Dois taxistas assassinados na Grande SP

Dois casos de assassinato de motoristas de taxi foram registrados na noite de sexta feira, na Região Metropolitana da Capital. O primeiro deles ocorreu na Zona Norte, numa favela atrás do Cemitério da Cachoeirinha, e foi registrado no 40º DP - Vila Santa Maria. O outro, no Jardim São Marcos, no município de Embu. Num dos casos a vítima estava no interior do veículo, no outro, ao lado.Tentativa de roubo, seguida de morte, é a primeira hipótese da polícia para o assassinato do taxista José Francisco dos Santos, de 67 anos, na entrada da Favela Boi Malhado, à Rua Engenheiro Paulo Sérgio, na Vila Nova Cachoeirinha. Nada foi roubado da vítima, que estava no interior do auto GM Corsa de placa CYB-4079 da frota de taxi Neves.Francisco foi encontrado morto com um tiro no peito. A bala, disparada por alguém que estava no banco do passageiro, transfixou o corpo do motorista e se alojou na forração da porta. Quando os policiais da guarnição M-18260 chegaram ao local, ele já havia morrido. O delegado de plantão do 40º DP Vila Santa Maria acionou equipe B/Leste do DHPP para investigar o crime.Por volta de 23h00, na Estrada Baviera, no Jardim São Marcos, no Embu, foi encontrado morto ao lado de seu Astra de placa CRY-1653, Antonio Gomes do Reis. Ele foi atingido por três disparos, no pescoço, no peito e na região da cintura. Próximo do cadáver foram encontrados projéteis deflagrados que foram recolhidos para a perícia técnica. O delegado de plantão do 1º DP do Embu instaurou inquérito. Não foi encontrado o dinheiro da féria do taxista, que o homicida pode ter levado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.