Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Dois traficantes do Complexo do Alemão são presos após troca de tiros

Policiais militares, com auxílio das Forças Armadas, continuam realizando bloqueios nos acessos à comunidade; durante a madrugada, quatro veículos foram incendiados

Rodrigo Burgarelli - O Estado de S. Paulo,

27 Novembro 2010 | 10h20

SÃO PAULO - Dois traficantes do Complexo do Alemão foram presos na manhã deste sábado, 27, pela polícia no cerco às favelas. Tassio Fernando Faustino, o Branquinho, e Ricardo Severo, o Faustão, foram feridos quando tentavam fugir da comunidade. Os dois foram atendidos no Hospital Getúlio Vargas com tiros nas costas e nas nádegas. Os dois já tiveram alta e vão ser apresentados no Batalhão da Maré.

 

Policiais militares, com o auxílio da Brigada Paraquedista, das Forças Armadas, realizam nesta manhã vários bloqueios no entorno do Morro do Alemão, na zona norte do Rio. Os principais bloqueios ocorrem na Estrada do Itararé, onde veículos de todos os tipos estão sendo parados e vistoriados. Mulheres também estão sendo revistadas, pois a polícia recebeu denúncia de que armas estariam entrando no morro dentro das bolsas destas supostas moradora.

 

Durante a madrugada, a situação foi de aparente calma nos acessos ao Complexo do Alemão, onde os policiais estão posicionados. Não houve confronto entre os dois lados.

 

Incêndios. Três carros e uma carcaça de veículo foram incendiados nesta madrugada, próximo à Unidade de Pronto Atendimento Municipal localizada na Estrada da Posse, na cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Não houve feridos e ninguém foi detido pela polícia.

 

Veja também:

link Cinco civis são baleados no Alemão; 39 morreram desde domingo

link Chefe do CV e mais 500 estão no Complexo do Alemão, estima polícia

link Cabral agradece Forças Armadas

link Oito presos no Rio serão levados para Catanduvas

link Perda de espaço motiva ataques do tráfico, dizem analistas

link 'Não quero indenização. Queria minha filha', lamenta pai

especial Eduardo Paes: 'não podemos é esmorecer'

blog Patrícia Villalba: E o Capitão Nascimento com isso?

mais imagens Veja fotos da onda de ataques no Rio

video Vídeo - Bope troca tiros no Complexo do Alemão

forum Presenciou algum ataque? Conte-nos como foi

 

Entre as 22 horas e meia-noite de sexta-feira, 26, outros dois carros já haviam sido queimados por criminosos; um deles no bairro Anchieta e outro no bairro do Jacaré, ambos na zona norte do Rio.

 

Mala suspeita. Técnicos do Esquadrão Antibomba da Polícia Civil detonaram, às 2h45 deste sábado, uma mala suspeita deixada na pista da Avenida Mem de Sá, próximo à Praça da Cruz Vermelha, no centro do Rio. Aparentemente, segundo os policiais, só havia papel e lixo dentro da mala. Como não se conhecia o conteúdo dela, os policiais foram acionados e tiveram que destruí-la.

 

Maricá. Uma abordagem de policiais militares de Niterói e policiais civis a um grupo armado de pistola calibre 40 e dois revólveres, calibres 32 e 38, terminou com um saldo de dois bandidos mortos e três detidos, entre eles dois adolescentes, na rua Itapagé, na cidade de Maricá, na região dos Lagos.

 

Ao se deslocarem para a região após denúncia anônima, os policiais teriam sido recebidos a tiros, iniciando o confronto. Os dois criminosos que morreram ainda foram levados para o hospital Conde Modesto Leal. Além das armas, foram apreendidas com o grupo jaquetas camufladas e duas garrafas contendo gasolina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.