Dois turistas são agredidos no Rio de Janeiro

Dois turistas foram alvo de agressões na noite de ontem na zona sul do Rio. O professor japonês Yoshlary Suruija, de 48 anos, foi esfaqueado no tórax ao ser assaltado por cinco rapazes na Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Perto dali, no Flamengo, um homem não identificado atacou com pauladas o argentino Alejandro Daniel, de 39 anos. De acordo com a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), os bandidos levaram o relógio do turista japonês, além de R$ 300 e US$ 200. Suruija foi socorrido por funcionários do hotel onde estava hospedado, a cem metros do local do assalto. Ele foi atendido no Hospital Miguel Couto e passa bem. A polícia acredita que os assaltantes eram do Morro do Pavão-Pavãozinho.No caso do turista argentino, a polícia ainda não tem informações sobre as causas da agressão, uma vez que nada foi roubado. Alejandro Daniel sofreu fraturas nas costelas e foi liberado após ser atendido no Miguel Couto. Testemunhas contaram que um homem conversava com a vítima e, sem motivo aparente, começou a agredi-la. O argentino não compareceu ao Deat para prestar depoimento.Ontem, policiais do 19º BPM (Copacabana) prenderam três homens que assaltaram um turista italiano na areia da praia de Copacabana. Eles são suspeitos de participar do assalto do professor japonês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.