Dona de casa é acusada de matar 2 bebês

A dona de casa Graciete Alves da Silva está presa na Delegacia da Mulher em Caxias, a 400 quilômetros de São Luís, sob suspeita do assassinato de dois bebês. Os corpos das crianças foram encontrados em um sítio na zona rural de Caxias, onde Graciete morava com seus cinco filhos - dois adotivos e três biológicos. Graciete foi presa ontem, depois que seus vizinhas denunciaram o espancamento da filha L.S, 12 anos. Interrogada por membros do Conselho Tutelar da Infância de Caxias e pela delegada Carla Simone, a menina contou que a mãe matou os dois bebês a pauladas. Ela mesma enterrou os corpos no quintal do sítio onde eles moravam. Interrogada, a dona de casa admitiu que espancava os filhos para "ensinar a eles um bom caminho", mas negou que tenha matado os bebês. As denúncias dos assassinatos foram confirmadas pelo seu filho mais velho, Gleidson Silva, de 18 anos, que só deu depoimento à polícia depois de saber que a mãe não iria matá-lo. "São crianças que morrem de medo da mãe, porque sempre viveram sob terror absoluto", diz a delegada. Como os outros filhos de Graciete, Gleidson não é alfabetizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.