Dona de casa fica dez dias em cativeiro

A dona de casa Márcia Cristina de Lima, de 33 anos, foi libertada por criminosos na manhã de ontem, no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo,após um sequestro de dez dias. Segundo a Polícia Civil, a mulher não apresentou ferimentos. A vítima seria moradora de Guarulhos e teria sido detida por uma quadrilha no dia 10. Ela seria mulher de um empresário e irmã de um policial militar, o que não foi confirmado pela corporação. O Jornal da Tarde apurou que a moça foi libertada por volta das 3 horas de ontem, depois do pagamento do resgate. O delegado Douglas Dias Torres, do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assalto (Garra) de Guarulhos, não quis comentar o caso, para não atrapalhar as investigações.

, O Estadao de S.Paulo

21 Agosto 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.