Dono da Schincariol morre baleado por bandidos em Itu

O proprietário da Cervejaria Schincariol, uma das maiores do País, José Nelson Schincariol, de 60 anos, foi baleado por dois bandidos em uma suposta tentativa de assalto, por volta das 23h de ontem, quando chegava em casa, na Rua Santa Cruz, nº 533, no centro da cidade de Itu, localizada a 98 km da capital paulista. No município fica a sede da fábrica, que produz refrigerantes além de cerveja.Em estado grave, ferido por três tiros, sendo dois na cabeça e outro nas costas, possivelmente de revólver calibre 38, o empresário foi levado pelo Corpo de Bombeiros para o Pronto-Socorro Sanatorinhos (antiga Santa Casa de Itu) e, posteriormente, transferido de ambulância e helicóptero, da empresa Unimed, para o Hospital Israelita Albert Eistein, na zona Sul da cidade de São Paulo, onde já chegou morto segundo o neurocirugião Jorge Alberto Pagura, ex-secretário municipal da Saúde de São Paulo.Segundo a polícia, José Nelson, que nunca quis andar com seguranças, pois achava que não era necessário, foi abordado pela dupla assim que saiu do carro, já dentro da garagem do sobrado simples onde mora. Familiares escutaram cinco disparos e, ao olharem pela janela, perceberam que dois homens já pulavam o muro da residência. Segundo relato das testemunhas, um dos suspeitos, alto, moreno e de cabelos curtos, usava uma jaqueta de motoqueiro preta, com detalhes em vermelho. O outro bandido, de estatura média, trajava uma blusa preta.Ambos fugiram em direção à via marginal da cidade, a Avenida Otaviano Pereira Mendes. Policiais militares da 3ª Companhia do 40º Batalhão do Interior (BPM/I) realizam buscas em toda a cidade, mas até o momento nenhum suspeito foi detido. Apesar de nada ter sido levado da vítima, apesar do número de disparos feitos pela dupla, dois deles contra a cabeça, o que levantaria a suspeita de crime encomendado, o delegado do plantão policial de Itu, Antonio Goes Filho, acredita que o empresário tenha reagido a uma tentativa de assalto. Uma das pessoas de que o delegado tomou depoimento após o crime foi a esposa de José Nelson, Cecília Ivani Moz Schincariol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.