Dono de alambique é preso por irregularidades em Guarulhos

Segundo o Deic, há suspeita de sonegação de impostos em linha de bebidas

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

07 de maio de 2010 | 04h38

Dono de alambique não fixa o selo obrigatório em sua linha de produtos, assim provocando a possível sonegação de impostos

 

SÃO PAULO - O empresário Geraldo José dos Santos, de 55 anos, que seria, segundo a assessoria de imprensa do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), dono de um tradicional alambique, foi detido, na quinta-feira, 6, em Guarulhos, na Grande São Paulo, por sonegar imposto ao "não fixar em sua linha de produtos o selo obrigatório".

 

A principal instalação do alambique fica no Jardim Santo Afonso, região dos Pimentas, em Guarulhos. Segundo o delegado José Roberto Arruda, titular da Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Fé Pública, do Deic, pode haver outras irregularidades. A polícia ainda apura a procedência das bebidas.

 

"Aparentemente o local é utilizado apenas para o envasamento das bebidas. A pinga utilizada pode ter procedência de alambiques clandestinos na Grande São Paulo", disse Arruda. Nos balcões são comercializados pinga, uísque, batidas e licores; e, no estoque, estão armazenados milhares de litros de produtos.

 

Os policiais vão acompanhar, nesta sexta-feira, 7, uma inspeção da Vigilância Sanitária no local para se verificar um eventual crime contra a saúde pública.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.