Dono de casa atingida por peça de avião vai cobrar da Varig

O aposentado Justino Ferreira da Silva, de 76 anos, dono da casa sobre a qual caiu a peça da turbina de um Boeing 737-300 da Varig, afirmou que vai cobrar da empresa aérea o conserto do telhado. Justino foi à delegacia registrar o fato e ficou com uma cópia do boletim de ocorrência. O acidente aconteceu pouco antes das 23h de ontem. Segundo a Infraero, uma peça da fuselagem da turbina do Boeing, que fazia o vôo 2038, com destino ao Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, se desprendeu durante a decolagem. O controle de vôo foi comunicado e determinou a volta imediata do avião a Cumbica. Os 77 passageiros da aeronave foram realocados em outros vôos. A peça do foi recolhida pela Infraero.A Varig informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que ainda está apurando as causas do incidente. A companhia esclareceu que está investigando o caso juntamente com as autoridades aeronáuticas, e pode divulgar um comunicado oficial sobre o assunto, se achar necessário.Muitos moradores da região de Cumbica viram a chapa metálica sair da turbina e cair como uma bola de fogo. O aposentado Justino assistia à TV, enquanto sua esposa Valdelice Pereira da Silva jantava. "Aí foi aquele barulho: plaft! plaft! teim! pam! pam! pammm! A peça entrou pelo teto e... trimmm! bateu no chão. Eu quase fiquei surdo." Segundo ele, a peça de cerca de 20 centímetros de comprimento, 12 de largura e pesando cerca de um quilo, abriu um buraco na telha de Brasilit e passou pela sala. "Veio que nem bumerangue. Rodopiou: zum-zum! E parou na cozinha. Não sei como não pegou nela (sua esposa)."Justino mora na região há cerca de 30 anos e já está acostumado ao ruído dos aviões. "Quando ouvi o barulho falei para minha mulher: ´Acho que esse avião está se espatifando no céu´". Só depois de registrar a queixa, ele descobriu que o avião havia pousado sem problemas. Apesar do susto, o aposentado diz que não pretende mudar de casa. "Eu estou com muito medo de ficar aqui", discorda a mulher.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.