Dono de equipamentos piratas é preso em flagrante

A Polícia Civil descobriu uma gravadora pirata que funcionava num prédio, no centro de Feira de Santana, na Bahia. Cerca de 20 mil CDs piratas, além de encartes, estojos e uma torre de gravação com capacidade para fazer oito cópias de cada vez foram apreendidos no local. Os CDs eram vendidos na região de Feira de Santana. O dono dos equipamentos foi preso em flagrante e pode pegar de dois a quatro anos de prisão.Em Minas Gerais, a polícia fez outro flagrante. Mais de 10.000 CDs piratas, além de 27.000 encartes e três copiadoras foram apreendidos na capital mineira. As informações são da TV Globo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.