Dono de jornal é morto no Paraná por causa de aposta de jogo

Uma partida de pôquer causou a morte do empresário e dono do jornal Terceiro Milênio, de Umuarama, no noroeste do Paraná, João Humberto Romagnoli, 45anos.Ele foi atingido por um tiro no abdome após uma discussão sobre o pagamento de uma aposta de jogo. Segundo testemunhas, Romagnoli jogava baralho com o escrivão da 2ª Vara Criminaldo Fórum local, João Bosco, quando começou uma discussão.O escrivão foi ao seu carro, se armou e disparou para o alto. Por causa disso, foi agredido pelo dono do jornal e resolveu atirar para matar. No meio da confusão, João Bosco escapou do flagrante e agora é o principal suspeito do homicídio. Mesmo assim, a polícia não pedirá sua prisão preventiva até ouvir todas as testemunhas.O pai de Romagnoli, Hélio, ex-prefeito da cidade entre 1961 e, 1965 também foi morto a tiros, no Mato Grosso, por causa de uma disputa de terras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.