Reprodução
Reprodução

Dono de parque aquático é morto na frente da família durante assalto

João Molinari, de 50 anos, proprietário de um estabelecimento próximo a Maringá, no Paraná, foi atingido na cabeça e no tórax, segundo familiares; dez assaltantes levaram dinheiro e armas

Edson Fonseca, Especial para O Estado

10 de fevereiro de 2016 | 10h45

CURITIBA - O dono do Parque Aquático Molipark, João Molinari, de 50 anos, foi assassinado na noite desta terça-feira, 9, no próprio estabelecimento em Sabáudia, próximo a Maringá, norte do Paraná. Ele foi morto por  um grupo de dez assaltantes que invadiram o local com armamento pesado, segundo a PM.

Ainda de acordo com a polícia, Molinari estava com a família e foi atingido na cabeça e no tórax. Familiares afirmaram que os assaltantes atiraram mesmo sem que o empresário tivesse reagido.

No assalto, levaram uma quantia em dinheiro que não foi informada e ainda uma série de armas de propriedade de Molinari - um revólver calibre 32, duas espingardas cartucheiras .36 e uma Winchester.

A família acionou o Samu, mas o empresário já estava morto quando a equipe médica chegou ao local.

O grupo deixou a propriedade em um Gol vermelho, abandonado próximo a um matagal. A polícia conseguiu prender um dos suspeitos, identificado como Igor Roberto de Souza.

Tudo o que sabemos sobre:
SabáudiaParaná

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.