Dono do Bahamas pode voltar à prisão

O empresário Oscar Maroni Filho, dono da Boate Bahamas, corre o risco de perder o direito de aguardar em liberdade o processo por suspeita de prostituição em sua boate. O Ministério Público pediu sua prisão por ter sido detido no dia 7,em Balneário Camboriú, Santa Catarina, acusado de agredir a ex-namorada Vivian Milczewsky.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.