Divulgação
Divulgação

Donos de estabelecimento que tratava couro são presos por crime ambiental no RS

Local funcionava sem licença ambiental e tratava até tipos de couros que podem ser cancerígenos

estadão.com.r,

23 Agosto 2011 | 08h28

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu em flagrante dois homens por crime ambiental, em Gravataí, Rio Grande do Sul. Eles foram detidos em um estabelecimento comercial de beneficiamento de couro.

 

Segundo a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (Dema), o estabelecimento funcionava sem licença ambiental, tratando inclusive, com couros do tipo "Wep Blue", que pode ser cancerígeno. O Ministério Público participou da ação.

 

Os detidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Gravataí e depois foram encaminhados ao sistema prisional.a prisão aconteceu na segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.