Dos 118 bairros de Angra, 87 foram afetados por chuvas

Deslizamentos mataram 52 pessoas e duas ainda estão desaparecidas; 2.523 pessoas estão desalojadas

Priscila Trindade, do estadao.com.br,

12 Janeiro 2010 | 15h17

Dados atualizados da Defesa Civil de Angra dos Reis, no Rio, apontam que 87 dos 118 bairros da cidade foram afetados pelo temporal que atingiu a região no dia 1º deste ano.

 

Os deslizamentos de terra e as enxurradas mataram 52 pessoas. Duas continuam desaparecidas, uma no Morro da Carioca e outra na Praia do Bananal, na Ilha Grande. As buscas por estas vítimas continuam. Equipes do Corpo de Bombeiros continuam nos locais.

 

Veja também:

linkTraçado da Rio-Santos contribui para deslizamento

linkPresidente Lula recebe relatório sobre Angra na 3ª feira

linkMP-RJ apura responsabilidade de autoridades em Angra

 

Até esta terça-feira, 12, o órgão havia realizado cerca de 1.900 vistorias em imóveis para avaliar se eles estão em área de risco. O número de pessoas desalojadas, ou seja, em casa de parentes ou amigos, chega a 2.523, sendo que 107 já estão recebendo aluguel social. A Defesa Civil destacou ainda que 201 pessoas estão desabrigadas. Elas moram atualmente em escolas municipais do município.

 

Nas estradas os danos do mau tempo também foram sentidos. Nove quilômetros de estradas foram danificadas, 11 quilômetros foram destruídos e 159,3 mil m? de pavimentação de vias urbanas apresentaram algum tipo de deterioração. Estimativa do Formulário de Avaliação de Danos (Avadan) indicam que serão necessários R$ 247 milhões para reconstruir Angra dos Reis.

Mais conteúdo sobre:
MAU TEMPO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.