Doze pescadores continuam desaparecidos no Sul

Doze pescadores estão desaparecidos desde a passagem do ciclone Catarina pelo litoral do Sul do Brasil, na madrugada deste domingo. Sete deles estavam no barco Antônio Venâncio e outros seis tripulavam o Valio II, ambos de Itajaí (SC). Segundo testemunhas, eles naufragaram levados por uma onda gigante, possivelmente de cinco metros, a 31 quilômetros do farol de Santa Marta, ao sul de Laguna.O pescador Luciano da Silva, do Valio II, foi resgatado durante a manhã pela embarcação Rocha IV, depois de boiar várias horas no mar.O trabalho de resgate é coordenado pelo 5º Comando Naval, de Rio Grande (RS) e conta com ajuda de pesqueiros comunicados do incidente pela Rede Nacional de Estações Costeiras da Embratel e do navio-patrulha Benevente, que chegou à área na noite deste domingo.Um helicóptero esquilo UH-12, da Marinha, dois helicópteros da Polícia Militar catarinense e uma aeronave P-95 Bravo, da Força Aérea Brasileira (FAB) participam das buscas aéreas, que foram interrompidas à noite e serão retomadas nesta segunda-feira.Os pesqueiros navegavam juntos e estavam próximos a outros dois barcos, o Universal, também de Itajaí, e o Santa Maria Mare XXI, de Santos. Os pescadores do Universal teriam assistido ao naufrágio dos dois barcos, mas não puderam ajudar os colegas. Eles chegariam ao porto de Imbituba (SC) durante a noite de domingo.A tripulação do Santa Maria Mare XXI chegou a pedir socorro à Marinha durante a madrugada, mas, apesar de avariado, não naufragou. Os sete tripulantes foram recolhidos durante odia pela embarcação Estrela de Ouro e também seriam levados a Imbituba.Leia maisMinistério espera pedidos de ajuda de municípios do SulPaís deve se preparar para ciclones, diz especialistaFenômeno climático no Sul é inédito, diz professorHospitais de Criciúma atendem 500 vítimas do CatarinaFalta energia em municípios de Santa CatarinaTorres teve 400 casas destelhadas e 150 desabrigadosFenômeno climático teve dois picos, diz Climer/EpagreFenômeno ainda gera dúvidasCiclone mata 1 e deixa mais de 100 desabrigados no Sul

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.