Druida Merlin em julgamento. Fazia compras usando espada

Merlin apareceu no tribunal, hoje, resplandecente em suas roupas de druida, trazendo como advogado o rei Arthur Pendragon, mas sem a espada de um metro de comprimento, que causou imenso alarma numa loja de Portstmouth.Merlin Michael Williams, de 26 anos, de Wetbourne, foi preso no último fim de semana por carregar sua espada enquanto fazia compras. A espada foi confiscada como evidência.Williams apresentou-se aos magistrados de Portsnouth vestido com uma túnica verde e um manto azul. Pedragon, que vestia uma túnica branca com um leão vermelho impresso, foi acompanhado por uma dúzia de outros membros da Ordem Insular dos Druidas, que lotaram as galerias.A Ordem Insular dos Druidas foi fundada em 1993, em Stonehenge e é um dos pelos menos oito grupos de auto-proclamados druidas da Inglaterra.Williams argumentou com precedentes, lembrando casos anteriores ouvidos pelo tribunal, que permitiu aos druidas o direito de portar suas espadas cerimoniais, que são usadas para lançar encantamentos e criar círculos de segurança para os magos.O julgamento ficará suspenso por um mês para dar ao promotor Colin Shackel para examinar os precedentes.?Foi aceito pela coroa que a espada estava embainhada e não houve ação ofensiva por parte do acusado?, disse Shackel. ?O problema é se esta é uma arma ofensiva per se.?Williams continua em liberdade sob fiança.

Agencia Estado,

13 de julho de 2004 | 16h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.