Duas crianças morrem após comerem doces envenenados

Duas crianças da mesma família morreram envenenadas no domingo, 16, e três tiveram que receber atendimento médico após consumirem doces e salgadinhos contaminados enviados por um desconhecido no fim de semana no Bairro Conjunto Feira IX na cidade de Feira de Santana, a 108 quilômetros de Salvador.A encomenda, entregue por um motoqueiro, estava acompanhado de um bilhete sem assinatura com elogios dirigidos para a irmã mais velha da família, de 13 anos. Ela chegou a provar alguns dos doces, mas não sentiu nada. Seus irmãos menores de 6 e 8 anos, morreram envenenados minutos depois de consumirem as guloseimas. Outros três irmãos, de 2, 10 e 12 anos, foram atendidos no Hospital Clériston Andrade e receberam alta na manhã desta segunda-feira, 17.O delegado Mádson Sampaio abriu inquérito e está tentando identificar o motoqueiro que entregou a encomenda para chegar à pessoa que praticou a ação criminosa. A estudante de 13 anos disse não ter idéia de quem tentaria matá-la. O pai dos menores, o mecânico Evanício da Silva, chegou a pedir que a comida fosse dada ao cachorro da casa por não saber quem a tinha enviado, mas as crianças se anteciparam e acabaram consumindo os doces. "Essa pessoa tem que pagar pela crueldade que fez", disse o mecânico inconsolável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.