Duas pessoas morrem em queda de bimotor no Paraná

Apesar do acidente, não há explosão nem fogo; corpo de piloto fica preso em ferragens

Evandro Fadel, do Estadão,

22 de agosto de 2007 | 19h05

Duas pessoas morreram na madrugada desta quarta-feira, 22, quando o avião bimotor Embraer 110, prefixo PT-SDB, pertencente à Two Táxi Aéreo, de Itupeva (SP), caiu, logo depois de ter decolado do Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Os destroços foram encontrados pela Polícia Militar às 2h40, em um terreno ermo da Academia Militar do Guatupê, a cerca de quatro quilômetros da pista do aeroporto. A Aeronáutica está investigando as causas do acidente. De acordo com as informações levantadas pelos peritos, o avião decolou do Afonso Pena aos 35 minutos da madrugada, tendo como destino o município de Jundiaí. No entanto, três minutos depois a torre de controle do aeroporto perdeu o contato e foram acionados os responsáveis pelas buscas e salvamento. Moradores da redondeza da Academia da Polícia Militar afirmaram que, por volta dos 45 minutos da madrugada, ouviram um forte estrondo. Às 2h40, o avião foi encontrado. Apesar da destruição total da aeronave, não houve explosão e nem mesmo incêndio. Segundo a empresa aérea, os dois tripulantes eram experientes. O corpo do piloto Luiz Antonio Ramos Molinari foi encontrado preso ao que sobrou das ferragens do avião, enquanto o do co-piloto José Renato Urbano estava a cerca de 15 metros do local da queda, em uma mata baixa, e só foi encontrado pela manhã. De acordo com o chefe da Comunicação Social do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo, capitão Leonardo Mangrich, foram coletados dados no local do acidente, que ajudarão a produzir um relatório preliminar num prazo inicial de 30 dias, que podem ser prorrogados. "A investigação não busca culpabilidade, mas gerar recomendações de segurança para que não aconteça acidente dessa natureza no futuro", destacou Mangrich.

Tudo o que sabemos sobre:
Two Táxi Aéreobimotor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.