Duda Mendonça, marqueteiro de Skaf, aposta na tese do 'marketing político como ele é'

BRUXARIA NO ESTÚDIO

, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2010 | 00h00

O candidato do PSB ao governo do Estado, Paulo Skaf, foi o último a chegar ao estúdio da TV Gazeta, ontem, para o debate. Ele estava acompanhado pelo marqueteiro Duda Mendonça, com quem passou a tarde no comitê da campanha, na Rua Honduras, se preparando para enfrentar os rivais. Skaf aposta tudo no marketing político para chegar próximo dos dois dígitos nas pesquisas de intenção de voto. Segundo assessores, a campanha na TV feita por Duda aposta na tese do "marketing político como ele é" e, por isso, as gravações, propositalmente, mostram as instalações de um estúdio. No debate, Duda acertou por três vezes quem seria sorteado para responder às perguntas. "Sou bruxo", brincou. O marqueteiro de Alckmin, Woile Guimarães, não compareceu ao debate. Teve uma crise renal na véspera. Quem orientou o candidato foi Felipe Soutello, especialista em estratégias de comunicação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.