Dulci diz que eleição é do povo, não "dos donos do País"

O Ministro da Secretaria Geral da Presidência, Luiz Dulci, disse que ainda considera "forte" a chance de a eleição ser definida no primeiro turno, e em favor do presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT). Dulci enfatizou que a eleição será definida pelo eleitor, "o chamado povo soberano". "Agora é soberania popular, e nem sempre o povo faz aquilo que os donos do País acham que ele deve fazer", afirmou o ministro, ao chegar para votar em escola na Zona Sul da capital mineira. Questionado, Dulci se recusou a identificar os "donos do País", mas antes já havia deixado claro o destinatário do recado: "Não são os partidos que definem a eleição, nem a imprensa quem decide, é o eleitor, o chamado povo soberano".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.