Dupla de cambistas é detida por estelionato na porta do Morumbi

Policiais militares das Rondas Ostensivas com Auxílio de Motocicletas (Rocam) detiveram os cambistas Willian Rogério José da Costa e Paulo Cortez, por volta das 21h30 desta quarta-feira, na Praça Roberto Gomes Pedrosa, em frente ao estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, na zona sul de São Paulo.A dupla foi indiciada no 34º Distrito Policial, de Vila Sônia, por estelionato. Com eles, os policiais apreenderam R$ 787 - dinheiro da venda de ingressos -, além de nove ingressos. Sete dos ingressos eram do jogo entre São Paulo e LDU (Liga Deportiva Universitaria), do Equador, partida anterior à ocorrida nesta quarta entre São Paulo e Rosário Central, da Argetina, pela Taça Libertadores da América, na qual o tricolor venceu nos pênaltis."O torcedor pedia por exemplo três ingressos e eles colocavam o do jogo de hoje em cima e os dois do jogo anterior embaixo. Quando a vítima dava conta já era tarde, a quadrilha já tinha se disperçado", disse um dos policiais que detiveram os criminosos.A prisão só foi possível porque um grupo de oito são-paulinos vindos da cidade de Campinas, interior paulista, percebeu, a caminho das catracas, que havia sido enganado e voltou a tempo de localizar os dois estelionatários. Os policiais, em patrulhamento, perceberam o tumulto. Segundo os policiais os dois detidos fazem parte de um grupo bem maior que age junto e se disperça após ludibriar os torcedores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.