Dupla é detida em operação contra táxis piratas no Aeroporto do Galeão (RJ)

Dupla foi indiciada por crime contra a relação de consumo e formação de quadrilha

estadão.com.br,

16 Fevereiro 2012 | 18h29

SÃO PAULO - Dois homens foram detidos nesta quinta-feira, 16, durante uma operação da Polícia Civil para reprimir a atuação de taxistas irregulares no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, na Ilha do Governador.

A ação foi realizada para prender taxistas piratas, impedir a atuação de jóqueis (pessoas que oferecem serviço de transporte não autorizado) e taxistas bandalhas (que atuam com taxímetros adulterados ou clandestinos).

Os agentes vistoriaram todos os táxis que faziam ponto no terminal. Os dois detidos atuavam no desembarque do Terminal 1 do aeroporto. Um dos suspeitos ofereceu o serviço do táxi de um motorista para um turista americano, cobrando antecipadamente R$ 50 do passageiro para que ele fosse transportado até um hotel na orla de Copacabana, na zona sul.

A dupla foi indiciada por crime contra a relação de consumo e formação de quadrilha. O táxi foi apreendido pela Secretaria Municipal de Transporte (SMTR) e a permissão do motorista será cassada.

Mais conteúdo sobre:
táxis piratasaeroportoGaleão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.