Dupla é presa com pistolas e submetralhadoras em Dracena

Dois homens foram presos em um ônibus na base da Polícia Rodoviária de Dracena, na noite de segunda-feira, no interior de São Paulo. Eles transportavam três submetralhadoras 9 mm, cinco pistolas 9 mm e 380, além de nove carregadores, sendo cinco para metralhadoras, quatro para pistolas e ainda 103 munições para as armas e dois celulares. Eles vinham de São Paulo.Após as prisões, a Polícia foi ao Terminal Rodoviário onde por volta de meia-noite prendeu outros dois suspeitos de pertencerem à quadrilha, residentes em Presidente Venceslau. Eles aguardavam a dupla com as armas e munições.Um dos presos com as armas, Ademário Nunes Vieira dos Santos apresentou carteira de identidade falsa, com o nome de Wagner Ferreira Pinto. Era foragido da Justiça por não retornar ao regime semi-aberto da Penitenciária de Pacaembu na saída temporária da Páscoa onde cumpria pena por vários crimes.Em ação simultânea foram presos em Presidente Prudente e Venceslau outros dois homens; um com 16 munições 9 mm e um aparelho celular. A Polícia acredita que a quadrilha seja ligada ao PCC e planejava o resgate de presos em uma das penitenciárias da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.