Dupla é presa durante seqüestro-relâmpago de psicóloga

Dois homens foram presos, por volta das 21h30 de ontem, quando faziam refém uma psicóloga durante seqüestro-relâmpago no bairro da Pompéia, zona Oeste da capital paulista. Um bancário, filho da vítima, estava em frente à padaria Panedoro, localizada na esquina da Rua Aimberê com a Rua Bartira, na Pompéia, quando viu a mãe passar, dentro do Celta preto dela, acompanhada de dois homens.Ao perceber que a mãe dele poderia estar sendo vítima de seqüestro, correu em direção ao seu veículo estacionado do outro lado da rua. No mesmo momento em que já ligava para o 190 da PM, o bancário viu da 2ª Companhia do 23º Batalhão, de prefixo 23206, parada no semáforo próximo à padaria; e pediu aos policiais que seguissem o Celta. Depois de acompanharem o carro pelo quarteirão, os policiais fizeram o cerco e detiveram os dois bandidos: Fábio Júlio Anacleto, 23, que já tinha passagem pela Febem após ser detido por porte ilegal de arma, e Rodrigo Ferreira Delfino, 18. A dupla estava armada com um revólver calibre 38, municiado com 8 projéteis.Com os assaltantes, os policiais recuperaram R$ 300,00 sacados da conta da vítima em caixa-eletrônico do Banespa localizado na Rua Alfonso Bovero, mesma rua onde bancário e psicóloga moram. Vítima e filho não quiseram ser identificados. Como a delegacia da região, o 23º Distrito Policial, de Perdizes, estava com acúmulo de ocorrências, o caso foi levado para o 51º Distrito, do Butantã, onde o delegado Salvatore Cricelli indiciou a dupla por roubo seguido de seqüestro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.