Dupla mantém refém durante 5 horas no trânsito de SP

Bandidos mantiveram refém por 5 horas uma gerente de atendimento, de 32 anos, no próprio veículo da vítima, um Ford Ka, prata, na zona Leste da capital paulista, o chamado seqüestro-relâmpago. Por volta das 22h de ontem, no final do horário de serviço, num semáforo no bairro do Tatuapé, a vítima foi abordada por três bandidos, um deles armado com um revólver. A vítima, durante todo o tempo ao volante do carro, foi obrigada a parar com os bandidos em várias fármácias, nas quais os assaltantes, em posse dos cartões de crédito e eletrônicos, compraram cosméticos em geral, a maioria perfumes. Um dos bandidos, o que portava o revólver, num determinado momento não prosseguiu no assalto e foi embora. Por volta das 3h, policiais militares da 2ª Companhia do 28º Batalhão, em patrulhamento pelas ruas de Itaquera, desconfiaram do Ford Ka ocupado pelos dois homens e a motorista. Houve perseguição até a Rua Professor Hasegawa, no bairro da Fazenda Caguaçu, região da Cohab José Bonifácio, onde os bandidos acabaram se redendo.Os nomes dos assaltantes não foram revelados pelos policiais militares a pedido do delegado do 53º Distrito Policial, do Parque do Carmo; mas foi informado que um dos bandidos já cumpriu pena por tráfico de drogas em um presídio no Estado do Mato Grosso. A dupla foi autuada por roubo qualificado.

Agencia Estado,

04 de abril de 2003 | 07h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.