Dupla tenta assaltar restaurante no Iguatemi

Os dois ladrões entraram no shopping, na zona oeste, disfarçados de entregadores de frutas, mas gerente percebeu a ação e avisou segurança

Elvis Pereira e Josmar Jozino, O Estadao de S.Paulo

15 de setembro de 2009 | 00h00

Disfarçados de entregadores de frutas e verduras, dois assaltantes entraram, às 7h de ontem, no Shopping Iguatemi, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, bairro onde mora o prefeito Gilberto Kassab (DEM), para roubar o cofre de um restaurante. A gerente percebeu a ação, se trancou numa sala e avisou os seguranças. Os ladrões foram presos. Um deles foi ferido de raspão por um tiro.

Segundo a Polícia Civil, este foi o sexto caso em um mês em que assaltantes usaram a mesma estratégia para invadir casas e estabelecimentos comerciais em Pinheiros e nos Jardins, áreas nobres da capital. Em todas as ações, os ladrões se passaram por entregadores de encomendas.

O pânico só não foi maior porque o Iguatemi abre às 10h para o público. Apenas funcionários das lojas e seguranças estavam no local quando os ladrões chegaram num furgão Traffic branco. Os criminosos foram para a lateral do shopping, na área de carga e descarga, perto do restaurante Ráscal.

Um deles, Alan Bossato, de 45 anos, estava armado com um revólver 38. Ele usava uniforme de uma empresa distribuidora de frutas e verduras e carregava uma caixa vazia de papelão. O assaltante alegou que pretendia fazer uma entrega.

Um segurança viu o assaltante Cláudio Bineli, de 42 anos, e Bossato no térreo. Segundo a Polícia Civil, o segurança teria visto Bossato sacar a arma e atirou. A bala atingiu o joelho de Bineli. A equipe da tenente Daniela Santos Oliveira foi acionada e chegou rápido ao shopping. Os PMs prenderam Bossato.

Bineli foi medicado no pronto-socorro da Lapa e, assim como Bossato, conduzido ao 15º DP (Itaim-Bibi). Ambos foram autuados em flagrante por tentativa de roubo e resistência à prisão. O revólver 38 usado pelos criminosos foi apreendido. A Polícia Civil apurou que Bineli e Bossato tinham passagens por roubo. Eles seriam transferidos ontem para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Osasco, na Grande São Paulo.

Em nota, o Shopping Iguatemi São Paulo informou que, antes do horário de abertura do shopping, a equipe de segurança impediu uma tentativa de assalto a uma das lojas do empreendimento. A nota diz ainda que, ao perceber a movimentação anormal, os seguranças acionaram as autoridades competentes, que rapidamente resolveram o caso. O shopping funcionou normalmente ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.