Durante assalto, turista polonês é assassinado em Paraty

Um turista polonês foi assassinado nesta sexta-feira em Paraty, no litoral sul fluminense, em um assalto. No momento do crime, Michal Rozmiejko, de 27 anos, caminhava acompanhado pela mulher em uma trilha no meio da Mata Atlântica, na localidade conhecida como Poço do Inglês, região da Pedra Branca, um área rural sob proteção ambiental. Cidade colonial, Paraty atrai muitos estrangeiros e tem no turismo sua principal atividade econômica. Enquanto caminhava, o casal foi abordado por dois homens armados que anunciaram o assalto e exigiram a câmera fotográfica e a mochila que os turistas levavam. De acordo com o depoimento da mulher de Rozmiejko à polícia, o polonês ficou assustado e foi baleado pelos assaltantes, que fugiram com os pertences. O corpo caiu dentro de um rio. Ela disse que não poderia reconhecer os assassinos porque eles estavam com os rostos cobertos. Um agente da 167.ª Delegacia de Polícia (Paraty) disse que o casal estava em um local ermo. Eles tinham chegado ao Brasil havia uma semana e à Paraty na quinta-feira. Foi a primeira viagem dos poloneses ao País. O policial, que se identificou como inspetor Abdala, disse nunca ter visto um crime desse tipo em dez anos de trabalho na delegacia local.

Agencia Estado,

20 Abril 2007 | 21h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.