''É a manifestação de Dilma que se espera'', diz tucano

O presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra, criticou ontem a estratégia do governo de condicionar a decisão sobre o futuro de Antonio Palocci ao parecer da procuradoria-geral da República sobre o caso. "Do ponto de vista ético, a manifestação que se espera é da presidente", disse.

, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2011 | 00h00

O vice-líder do DEM na Câmara, Ronaldo Caiado, também aumentou o tom das críticas. Segundo ele, Palocci "é o Delúbio da Dilma e, infelizmente, não teve condições de apresentar à sociedade o que se esperava dele".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.