...E o vento levou

Tutty Vasques escreve todos os dias no portal Estadao.com.br, de terça a sábado neste caderno e aos domingos no caderno Aliás

Tutty Vasques, O Estadao de S.Paulo

08 Outubro 2008 | 00h00

Depois que a atriz Cássia Kiss, ícone da cultura macrobiótica no Brasil, confessou na TV que suas economias de uma vida inteira zen estão virando gergelim na Bovespa, comecei a prestar mais atenção nas pessoas à minha volta. Quantas não estariam perdendo dinheiro sem acusar o golpe, envergonhadas da aposta que fizeram? A classe média mantém com o pregão um pudor comparável ao das senhoras que iam ao bingo escondidas da família. O vexame de dizer em casa que perdeu tudo, se sabe agora, é o mesmo. Quantos brasileiros não estão vivendo o drama de não saber como contar à patroa e aos amigos o que Cássia Kiss teve a coragem de revelar num programa do GNT: "Resolvi brincar de bolsa neste ano e me ferrei." Ou seja, perdeu! É do jogo, ninguém precisa se trancar no armário por causa disso. AGENDA POSITIVA A crise financeira global ainda não chegou a nenhuma das novelas em cartaz na TV brasileira. Como diria o presidente Lula, "é a arte imitando a vida". MIDAS, EU?! Aécio Neves resolveu abrir o jogo após revés no primeiro turno em Belo Horizonte: "Não há nenhum Rei Midas!" Foi o tempo em que as louras acreditavam em tudo. MÁ IDÉIA "Já estão batizando até cachaça!" Comentário diante de vitrine de loja de eletrodomésticos que exibia na TV discurso de Lula na cerimônia de batismo da P-51, em Angra dos Reis-RJ Descarrego Ganha força na Bovespa a idéia de chamar um pai-de-santo. Mal não faz! Physique du rôle Os marqueteiros de Gilberto Kassab devem evitar visitas, como a de ontem, do candidato a uma creche. Não é por nada, não, mas o prefeito no meio das criancinhas parece Gulliver em Lilliput. Mal comparando A popularidade de George Bush caiu a 24%, ou seja, o presidente está tecnicamente empatado com Geraldo Alckmin, que ficou com 22,48% do eleitorado a seu favor. Agenda positiva Sorria! Sérgio Mallandro não se elegeu vereador em SP. Quer mais o quê, caramba?! Palavras de ordem Depois do já célebre "Pergunta pro Bush!", tem adesivo novo inspirado na fala de Lula circulando no trânsito das grandes capitais: "Cadê o FMI?!" A versão em camiseta deve chegar hoje às calçadas. Voto consciente Eleger alguém que está preso, como os cariocas fizeram com a candidata a vereadora Carminha Jerominho - não confundir com Rosinha Garotinho - tem lá suas vantagens. Prender depois de eleito é muito mais difícil. Otimismo de almoxarifado Bush concedeu entrevista ontem a funcionários e vizinhos de uma empresa de materiais de escritório na cidade de Chantilly, na Virginia. Isso é lá maneira de transmitir confiança ao planeta, caramba!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.