Edir Macedo pede 'iluminação' às pessoas na hora do voto

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, pediu ontem que as pessoas sejam iluminadas na hora de escolher o seu candidato à Presidência da República no próximo domingo. A declaração foi feita durante culto proferido por ele no templo da Avenida João Dias, no bairro Santo Amaro.

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2010 | 00h00

Apesar de o bispo não citar nomes, no decorrer da cerimônia foram distribuídos exemplares do jornal Folha Universal, com reportagens que acusam os responsáveis pela campanha do candidato tucano José Serra de radicalizar a discussão religiosa para angariar votos.

A matéria principal afirma que a Igreja Católica está tentando interferir nas eleições brasileiras "tomando parte em uma campanha agressiva contra a candidata à presidência da República Dilma Rousseff (PT)". A reportagem fala também da importância de preservar o Estado laico.

Outra matéria aborda o caso dos panfletos anti-Dilma, que teriam sido confeccionados a pedido de dom Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo diocesano de Guarulhos. O folheto "Apelo a todos os brasileiros e brasileiras" recomenda à população que vote somente em candidatos e partidos contrários à descriminalização do aborto.

A edição ainda reproduz o post publicado em 16 de outubro no blog do bispo Edir Macedo, no qual questiona o apoio do pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus, ao candidato do PSDB. Dois dias depois, Malafaia pôs no YouTube um vídeo em que chama Macedo de "mentiroso".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.