Edit foi mãe solteira. Seus pais a aprisionaram por 19 anos

Edit Hathazi foi mãe solteira aos 19 anos. É tudo o que se sabe de sua vida nos últimos 19 anos, até que a polícia a encontrou, há duas semanas, trancada num quarto escuro da casa dos pais.Agora, a polícia investiga, segundo o porta-voz Andreea Buzsi, Jozsef e Vera Hathazi, que estão sendo acusados de manter a filha, Edit, agora, com 38 anos, em confinamento desde os 19 anos, quando deu a luz a uma menina. A polícia encontrou Edit quando visitou a casa da família, para revalidar seus documentos. A moça, pálida, estava deitada numa cama sob um colchão fino num quarto sujo e escuro, onde um balde servia de sanitário. Ela contou à polícia que sua estadia no quarto era voluntária, mas a porta esta trancada pelo outro lado, levando os investigadores a suspeitar que os pais a prenderam contra a vontade. Eles foram presos.O oficial que encontrou Edit disse à Associated Press que ficou chocado com o ?cheiro de morte? quando entrou na casa, na vila romena de Brates, a cerca de 200 quilômetros ao norte de Bucareste. A moça pesava apenas 37 quilos, quase não conseguia falar e começou a chorar quando viu o oficial.Ela foi levada ao hospital da cidade de Sfantu Gheorghe. ?Suas condições melhoraram?, disse o médico Tinde Gurka. Mas ela se recusa a dar qualquer detalhe sobre seu aprisionamento. Seus pais podem pegar até 10 anos de prisão se forem julgados culpados do confinamento da filha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.