Edital para coleta de lixo começa a ser vendido amanhã

Começa nesta quarta-feira a venda do edital de licitação para coleta de lixo, varrição e serviços complementares de limpeza em São Paulo.O modelo de contratação será o mesmo utilizado atualmente, com a cidade dividida em nove lotes. A Secretaria Municipal de Serviços e Obras, no entanto, restringiu a atuação de empreiteiras em, no máximo, dois lotes - hoje não há esse limite.O atual secretário da pasta, Jorge Hereda, manteve a idéia de seu antecessor, Walter Rasmussen Júnior, em relação ao tempo de vigência do contrato licitado: terá duração de um ano, com possibilidade de prorrogação por mais um.Nesse período, será estudada uma nova forma de gestão do lixo. A idéia do governo é adotar o modelo de concessão, com contratos de até 20 anos, e criação da taxa do lixo.A nova licitação, portanto, será "tampão". A previsão da Prefeitura é que os custos com o lixo permaneçam na faixa de R$ 24 milhões ao mês. O edital estará à disposição para compra na própria Secretaria de Obras.Hoje, o serviço de limpeza na capital é mantido por contratos de emergência, sem licitação. Os últimos contratos licitados do lixo em São Paulo foram assinados em 1995.Em abril do ano passado, quando eles se encerraram, a Prefeitura iniciou contratações semestrais de emergência. Como não há prazo definido para o término do atual processo licitatório, a Prefeitura será obrigada a fechar nova emergência agora, em outubro.De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Serviços e Obras, o edital de licitação que começa a ser vendido obriga as empresas a instalarem contêineres em conjuntos habitacionais de difícil acesso, o que ajudará na coleta de lixo.Cada administração regional terá uma equipe especial para limpeza de escadarias e passarelas. De acordo com a assessoria, o edital de licitação ainda prevê o aprimoramento da coleta seletiva, abrindo espaço para o surgimento de cooperativas, e a exigência de varrição mecânica em viadutos e pontes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.