''''Ela acabou com a minha família''''

Foi na volta de uma viagem de M. M. à Espanha que seu filho, R., disse ter conhecido uma garota. "As atitudes vulgares dela me chamaram a atenção. Se fiz certo ou errado em investigar, não sei, mas era meu filho, e essa mulher acabou com minha família", disse M., que só soube ontem que a jovem, G.C.G., rompeu com o filho, em audiência no Fórum da Barra Funda.G. disse a M. ser cabeleireira. "Mas ela nunca trabalhava, tinha carro zero e atitudes muito estranhas." Em pouco tempo, a garota passou a não só freqüentar a casa de M. como a desfrutar de alimentação e outras regalias. "Comia à vontade, trazia roupa suja para que lavássemos aqui. Um absurdo", prosseguiu M., que disse ter recebido ameaças da moça. "Quando eu perguntava sobre o salão de beleza, dizia que nem eu nem minhas amigas tínhamos condições de freqüentá-lo."No fim da tarde de ontem, as partes foram ouvidas no fórum. G. não foi localizada pela reportagem do Estado porque forneceu três endereços diferentes para a Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.