Ela ganhou 10 quilos e está feliz: ''''Era magra demais''''

"Hoje eu tenho o corpo que sempre quis, com curvas", diz Ana Hickmann, abrindo um refrigerante normal (sem ser light). Desde que deixou as passarelas, ela engordou 10 quilos. "Cheguei a pesar 57 quilos. Mas era tão magra que não tinha peito nem bunda." Ana se liberou da ditadura da fita métrica. Faz ginástica quando dá tempo e não recusa o macarrão com molho branco (um dos mais calóricos), servido no meio do programa. "Claro que me cuido. À noite, por exemplo, como proteínas, e não carboidratos."Na pré-adolescência, Ana já teve problemas com a balança. "Aos 12 anos, usava manequim 46. Além de gordinha, eu costumava andar com os ombros inclinados para a frente, um jeito de tentar me aproximar da altura dos amigos da escola."Ana passou por todos os problemas comuns às crianças que não estão dentro do padrão da maioria. "Sempre era a última na fila. Os namorados também eram mais baixos do que eu. Daí, escutava coisas do tipo ?ele vai ter de subir no meio-fio?". Mesmo com tantas piadinhas, ela não desenvolveu nenhum complexo por causa da altura. "Nunca deixei de usar salto alto. Meu marido tem a minha altura e quando coloco um sapato de salto fico maior. Mas não vejo problema. As mulheres deveriam sempre manter a personalidade. Não se deve mudar o jeito de vestir por causa de um homem. Acho isso cafona."O que mais é cafona? "Mulher que não sabe andar de salto é muito cafona. Tem mulher que arrasta o salto e outras que andam com os pés abertos." Ana dá a dica: "Treinar em casa, andando com as pontas dos pés, é uma forma de aprender a usar salto alto com elegância." E quando um homem é cafona? "Quando ele quer mostrar que sabe tudo e tem tudo. É o tipo de homem que monopoliza a conversa."FRASES "Mulher com barrigão, do tipo pochete pulando para fora, que usa calça baixa com miniblusa, é muito cafona. Ao mostrar a gordura, ela está se derrubando. Não pode""A Oprah (Winfrey, apresentadora americana) é sensacional. Se um dia conseguir ser um terço do que ela é, estarei realizada""Homem cafona é o que quer mostrar que sabe tudo e tem tudo""No começo, ficava assustada quando as meninas chegavam perto de mim chorando. Eram fãs. Mas um dia eujá fui assim. Lembro que chorava por um jogador de basquete famoso da minha cidade natal (Santa Cruz do Sul)"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.