Eleitor morre de ataque do coração na fila em Recife

Um fato considerado "inusitado" pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) quebrou a rotina das eleições na manhã deste domingo no Estado: a morte do eleitor Eraldo Martins Chaves, 69 anos, logo depois de votar na 4.ª Seção da 8.ª Zona Eleitoral, na sede do Clube Náutico, no bairro dos Aflitos, no Recife. O eleitor sofreu um enfarte e caiu. Foi socorrido por um médico pediatra que se encontrava na fila de votação e em seguida pelo médico do Náutico, Paulo Regueira, que acompanhava treino do time no estádio.Eraldo já não reagiu aos procedimentos de reanimação tentados por Regueira, com auxílio de respirador e desfibrilador. Mesmo assim ele foi levado para o Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape), por uma enfermeira que também se encontrava no local para votar e chamou ambulância do Samu. A morte de Eraldo, que era cabeleireiro, ocorreu por volta das 9 horas.Matéria alterada às 13h53.

Agencia Estado,

29 de outubro de 2006 | 09h49

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.