Eleitor usa nariz de palhaço na seção do presidente do TSE

O engenheiro Fábio Martins, de 26 anos, que votou na mesma seção do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Marco Aurélio Mello, usava um nariz de palhaço, fazendo um discreto protesto contra a corrupção. "É como nós nos sentimos", disse o eleitor.Marco Aurélio não chegou a conversar com o manifestante, mas disse à imprensa que o protesto do eleitor reflete o contexto do país em que há "um quadro de escândalos e de decepção dos brasileiros". "É importante a liberdade de expressão. E aí nós temos uma manifestação silenciosa. Interpretemos o que significa um cidadão comum usar um nariz de palhaço", afirmou Marco Aurélio.O ministro, que afirmou neste sábado ter recebido ameaças de morte por e-mail, compareceu à seção eleitoral com um esquema reforçado de segurança. Pelo menos três policiais civis e um segurança do TSE acompanharam Marco Aurélio durante todo o tempo em que ficou na escola no Lago Sul."As pessoas que me dão apoio no TSE talvez estejam preocupadas com a minha integridade física. Isso é bom, não a ameaça, mas a preocupação", disse rindo, acrescentando que não partiu dele a iniciativa de solicitar reforço na segurança. "A iniciativa partiu da minha assessoria", afirmou. Ele informou que já nas primeiras horas do dia houve um comparecimento maciço dos eleitores para votar.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2006 | 10h33

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.