Eletricista é internado após despencar em estação do Metrô

O eletricista Stênio Almeida da Silva, de 28 anos, foi internado na madrugada de terça-feira, 13, na Santa Casa de São Paulo, após cair durante um remanejamento de uma rede elétrica da Estação República do Metrô, Linha Vermelha, no centro de São Paulo.A estação está em obras para receber a interligação com a futura Linha 4-Amarela, construída pelo Consórcio Via Amarela, formado pelas empresas Odebrecht, Camargo Corrêa, OAS, Queiroz Galvão e Andrade Gutierrez.Silva pretendia afixar o cinto de segurança na parede da estação quando despencou de aproximadamente cinco metros. De acordo com nota do Consórcio Via Amarela, emitida nesta sexta-feira, 16, no dia do acidente, o funcionário foi socorrido e encaminhado ao hospital mais próximo. A nota traz ainda que "de acordo com o laudo médico o funcionário está em processo contínuo de recuperação, em condições estáveis e permanece em observação".O anúncio foi feito um dia depois do Consórcio Via Amarela ter assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Metrô e com o Ministério Público de São Paulo para definir medidas a serem tomadas pelas empresas para garantir a segurança nas 23 frentes de trabalho em andamento. As obras na Linha 4 só vão continuar quando houver condições de segurança e depois que um laudo for apresentado pelas empreiteiras ao Metrô, daqui a 50 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.