Em clima de feriado, São Paulo tem apenas 4 km de lentidão

O clima de feriado que tomou conta da cidade de São Paulo nesta terça-feira, 27, dia do jogo do Brasil contra Gana, se refletiu no trânsito da capital. O motorista que trafega pela cidade no início da noite desta terça-feira, encontra um trânsito atípico. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 18 horas foi registrado um índice de lentidão de 4 quilômetros em toda a cidade, muito abaixo da média para o horário, que é de 55km.Os trechos complicados estão na pista expressa da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, onde o engarrafamento é de 2,5 quilômetros, desde o Rio Tamanduateí até a Rua Azurita. Na Avenida Brigadeiro Faria Lima, sentido Itaim, a lentidão é de 1,1 quilômetro, entre as ruas Rua Diogo Moreira e Tucumã.Clima de feriadoO clima era de feriado desde o início da manhã. As principais avenidas da cidade ficaram vazias. Às 9h30, a CET registrou 26 quilômetros de congestionamento na cidade, quando a média para o horário é de 81 quilômetros. Às 12h30, o índice de congestionamento na cidade era de 1 quilômetro, sem nenhum ponto de trânsito complicado na cidade, segundo a CET. Às 13h30, o índice caiu para zero.Antes das 11 horas da manhã, a maioria das bancas do Mercado Central se preparavam para fechar. Na Rua 25 de Março, vendedores de buzinas e cornetas fizeram a festa. Na direção da Praça Antônio Prado, no centro da cidade, já havia gente se acomodando para acompanhar o jogo em frente ao prédio da Bolsa de Valores, onde dois telões foram montados, mas a maioria dos paulistanos passava reto e caminhava em direção ao Vale do Anhangabaú. Na Câmara dos Vereadores, a sessão desta terça-feira foi cancelada e deverá ser remarcada nos próximos dias. Apesar do plenário do vazio, o restaurante escola do órgão espera ver seu movimento dobrado hoje. (Colaborou: Cinthia Rodrigues)

Agencia Estado,

27 de junho de 2006 | 18h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.