Em dia de chuva, 1 problema na rua a cada 5 minutos

Capital paulista registrou lentidão acima da média durante todo o dia

Naiana Oscar, O Estadao de S.Paulo

03 Julho 2009 | 00h00

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou ontem 145 ocorrências que atrapalharam o trânsito num período de 12 horas - o que representa, em média, um registro a cada cinco minutos. Com a chuva, que faz o número de carros nas ruas e a quantidade de pequenos acidentes aumentar, a cidade registrou lentidão acima da média durante todo o dia, especialmente após as 11 horas. Às 19 horas, o congestionamento chegou a 160 quilômetros. Entre os veículos que quebraram nas ruas da cidade estão 36 ônibus, 35 carros e 36 caminhões. Das 6 às 18 horas, a CET registrou ainda 17 acidentes com vítima, outros 15 sem feridos e três atropelamentos. Três árvores caídas, uma delas na noite de anteontem, também prejudicaram o trânsito. Na Rua Tabapuã, no Itaim Bibi, duas das três faixas de rolamento ficaram bloqueadas até as 13h45, por causa de uma árvore de 7 metros que caiu à 1h45. Segundo técnicos da Subprefeitura de Pinheiros, a base da árvore deve ter se desprendido, depois ter sido atingida por algum veículo. A fiação de energia elétrica sustentou o tronco até o início da manhã, quando funcionários da Eletropaulo fizeram a retirada. A empresa não informou quantos moradores ficaram sem energia na região. Por volta das 8 horas, a subprefeitura mandou ao local um caminhão para recolher a árvore. Mas o veículo quebrou no meio do caminho e um outro só foi enviado perto do meio-dia. Quando as faixas da Tabapuã estavam sendo liberadas, mais uma árvore caiu, dessa vez na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, sentido centro, perto do número 367. A faixa da direita ficou interditada até as 15 horas, quando os bombeiros conseguiram retirá-la da pista. Segundo a Eletropaulo, essa ocorrência não interferiu no fornecimento de energia, porque nesse trecho da avenida a fiação é subterrânea. NÚMEROS 36 ônibus quebraram nas ruas e tiveram de ser guinchados, além de 35 carros e 36 caminhões. Das 6 às 18 horas, a CET precisou cuidar ainda de 17 acidentes com vítimas e 3 atropelamentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.