Em estado grave homem baleado na Paulista

O distribuidor de livros Welington Vicente Silva, de 28 anos, levou dois tiros ao reagir a um seqüestro relâmpago no fim da tarde desta terça-feira, na esquina da Avenida Paulista com a Rua Ministro Rocha Azevedo. O assaltante, Lincoln Barroso, de 26 anos, acabou dominado e agredido por populares. O criminoso foi autuado emflagrante no 4º Distrito Policial.Silva, junto com dois funcionários, tinha acabado de visitar uma editora de livros nobairro da Bela Vista. Quando colocava os exemplares numa perua Corsa, foi dominado por Barroso, que também entrou no veículo e ordenou que o grupo seguisse em direção à Paulista, onde pretendia sacar dinheiro em caixas eletrônicos.As vítimas chegaram a entregar os cartões bancários ao ladrão, mas, durante umaparada no semáforo, Silva reagiu e tentou tomar a arma de Barroso, que atirou contraele. O distribuidor de livros foi atingido duas vezes no peito, provocando o desesperodos colegas.O agressor aproveitou a confusão para tentar escapar a pé, mas foi impedido porpessoas que assistiram à cena. Ele chegou a apanhar e só não foi linchado porinterferência de policiais militares que o conduziram até a delegacia.O revólver calibre 38 usado no crime, com quatro cápsulas deflagradas,também foi apreendido. Silva foi encaminhado ao Hospital das Clínicas e às 22 horas ainda estava na sala de cirurgia. Seu estado de saúde era considerado muito grave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.