Em gafe, petista ''promove'' prefeito a governador

A presidente Dilma Rousseff cometeu uma gafe durante seu discurso na cerimônia de ontem no Palácio dos Bandeirantes. Dilma chamou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, de "governador", justamente no momento em que ele trabalha pela fundação de seu novo partido, o PSD, e é tido não apenas como um possível futuro fiador da governabilidade no Congresso Nacional como um dos concorrentes ao governo paulista em 2014.

Fernando Gallo e Julia Duailibi, O Estado de S.Paulo

14 Setembro 2011 | 00h00

O deslize ocorreu quando Dilma abordava suas intenções de comprar materiais e equipamentos para creches na cidade de São Paulo. "Queria também dizer ao governador Kassab que nós estamos num processo de seleção de mais de 42 mil crianças em 136 municípios já realizados (sic) no que se refere a creche".

Kassab, que se aproxima do governo federal, ficou imóvel, assim como o governador Geraldo Alckmin, potencial adversário do prefeito em 2014. Na plateia, algumas risadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.