Em PE, motoqueiro anda com a placa na cabeça

A Assembléia Legislativa de Pernambuco aprovou, nesta quarta-feira, por unanimidade, projeto de lei do deputado estadual Geraldo Melo (PMDB), obrigando os motociclistas a colocarem nos seus capacetes o número da placa da moto.A medida, segundo Melo, visa a segurança pública, diante do número cada vez maior de assaltos praticados por motociclistas que usam seus capacetes como máscaras para se esconder."Com o número da placa no capacete, fica mais fácil a identificação dos criminosos", argumentou o deputado.Ele informou que em Salgueiro, no sertão, a polícia civil proibiu a entrada na cidade de motociclistas com capacetes, apesar da obrigatoriedade do uso do equipamento pelo Detran.Pernambuco tem cerca de 130 mil motociclistas. Para entrar em vigor, o projeto tem que ser sancionado pelo governador Jarbas Vasconcelos(PMDB). O Detran seria o orgão fiscalizador.A placa deve aparecer no capacete num tamanho de 15 cms por 10 cms. De acordo com Geraldo Melo, a idéia já despertou interesse das Assembléias Legislativas do Ceará e do Rio de Janeiro, que vão receber cópias do projeto.

Agencia Estado,

25 de abril de 2001 | 17h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.